12 de fev de 2011

Tempo


Tempo
Movimenta moinhos
Leva com voracidade
Os pueris amores da mocidade

Ponteiros tangem
Chocam em realidade
Os reflexos no espelho

Voam meus pensamentos
 Ilhas em cinzas
Neblina de nicotina
Meu silêncio
cabe tua poesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário