11 de dez de 2010

Bailarina

Em algum lugar perdido
está o sabor dos teus labios
do toque macio de tua pele
dos castanhos olhos que me dominam

Do farfalhar de teus cabelos
A bailar no meu corpo
Me desatina o juizo
me torna mais um refem, louco
desse casto e diabolico nectar que desprendes
ao poucos

Ao sorver deste céu
me vejo a beira de um abísmo
Donde me jogo seguro
que estaras a curar minhas feridas

em luto

Um comentário: