26 de jun de 2011

Sentado a beira do abismo
Apenas enxergo
um poço de lagrimas abandonadas
 
(adancosta)

Nenhum comentário:

Postar um comentário